domingo, 18 de setembro de 2011

E eu fico tentando entender onde foi que o mundo virou esse lugar em que sonhos viram prisões, afeto é pecado, e amar é errado.

não faz sentido nenhum a dor que sinto.

eu só queria amar,
amor comum, mas você é só mais um
igual a todos. Me proibindo de amar

3 comentários:

Atitude: substantivo feminino. disse...

Tem gente que transforma o próprio sonho em prisão. Não só com amor mas com tudo o que deseja na vida.
E essas pessoas viram reféns dos próprios anseios.

Blog do Óbvio - Manoel disse...

Maris, minha amiga alegria. Passei aquí para ver seu cantinho. Continua legal e eu continuo fã de suas trepidantes ironias.
Beijos no seu coração.

Eraldo Paulino disse...

lovefobia...

Bjs!