segunda-feira, 9 de agosto de 2010

Copa do mundo em Curitiba? Entendendo pq não...

.
Lance-se ao futuro comigo, vamo à dois mil e catorze:
Bem vindos ao ano da copa do mundo no Brasil.
Sim amiguinhos, nos ultimos quatro anos nós vimos aeroporto militar ser camuflado em comercial, traficantes tirando férias e a segurança dos sonhos do Blater acontecendo, estádios reformados, pobres maquiados, tudo pra ninguém notar que um evento desse porte não cabe por aqui.
Mas todo mundo esqueceu dos curitibanos.

PAUSA
Eu cheguei a conclusão do problema que aflige este povo antipático.
O problema é que curitibano é inteirorano.
Nada contra o interior, a cidade que cresci tem 17 mil habitantes. Na época eram 3 mil.
Mas é exatamente o fato de eu vir do interior que me ajuda a entende-los.
Lá em Candói, só tem uma igreja, então quando alguém de fora surge, e o morador da a informação: é depois da igreja. é uma informação bastante razoavel, já que dali (nõa importa onde ele esteja) dá de ver a igreja, e, depois da igreja não é um espaço muito grande, fica fácil de se achar o que se procura nas três quadras que ali existem. (o candói cresceu, mas meu candói ainda é aquele de 1992)
O curitibano, é um candoiano em cidade grande
Acho que isso explica muito de como um curitibano dá uma informação né?!
Não vou entrar no mérito boa educação aqui...
isso é assunto pra outro post revoltado...

PLAY
Então, são eles mesmos que vão arrebentar com todos os esforços públicos e privados de se levar uma boa imagem desta copa pra fora.
Amiguinhos, já que estamos nessa viagem astral, venha mais longe comigo.
Imagine você, que você está na Praça Rui Barbosa ali na frente da banca de revistas, precisando ir para um lugar qualquer, qualquer lugar, voce irá pedir informação.
Nisto, você avista um grupo de extrangeiros, e todos querem ir ao mesmo lugar que você.
ótimo você pensa, curitibano é estúpido e sem noção, mas é com outros paranaenses, ou no máximo com outros brasileiros, com extrangeiros a coisa será diferente. Vou me juntar a eles e assim consigo ouvir a informação.
Ahhh, sinto até um dózinho futurístico de você, mas ao menos, é um momento de grande diversão que só intercambistas, novaiorquinos e tripulantes de navios já viram.
Como cada nacionalidade reage a esse tipo de filhadaputice:
Voltando à história:
Você e seus novos amigos extrangeiros foram pedir informação à um curitibano padrão.
Ele/a sem olhar pra você e seus amigos exóticos, aponta numa direção qualquer e explica pra virar numa rua que vocês não sabem qual é e enquanto aponta na direção oposta à primeira diz pra virar depois de uma igreja qualquer.
Agora,
como cada um desses extrangeiros reagirá?
Tô numa vibe João Cleber, e vou deixar pro próximo capítulo.
Não perca!
Depois dos intervalos comerciais!

6 comentários:

Blog do Óbvio - Manoel disse...

Maris, kkkkkkk! Adorei a criatividade.
Beijos com carinho.
Manoel.

Ludmilla disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Ludmilla disse...

Oi, passei para dar oi, dizer que estou de volta, e que acho que será bem melhor a copa estar em Brasilia, simplesmente pelo fato de qe lá tudo é mais caro e o Brasil faurará bastante em cima desse povo! kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Atitude: substantivo feminino. disse...

Seu post está hilário!
Bom, eu acho...que eles não entenderam, pediram para repetir e depois reclamaram da estupidez..

Vou aguardar vc postar..
Mas olha..valeram as pausas e os plays..ficaram ótimas!

Eu não tenho conserto disse...

hehehehe
sarcástica vc!
ja digo que diminuiu minha vontade de conhecer curitiba!
odeio gente tosca!
bjsssss

Clari disse...

Mari,Mari,faz tempo que não vem me visitar,sinto saudades.