quarta-feira, 5 de janeiro de 2011

De novo

.
Repito-me incansável
recorto três vezes o mesmo papel
viro de novo a chave
até almoçar duas vezes já fiz.
Acho que isso é tudo pra válidar-me,
válidar um esquecimento
que que retomo todos os dias.
Um amor que custo
a amar apenas uma vez.

3 comentários:

***MissUniversoPróprio*** disse...

E, ao repetir-se, aprimora-se.

Beijos, flor, e um 2011 bem lindo pra vc! ;)

• Bruna Matos! disse...

Maris e Bruninha, feliz Ano novo amadas!
Perdão pelo atraso, mas vale a intenção!
Sucesso, saúde e inspiração pra nós!
Beijos. ^^

Carolina Filipaki disse...

Que bosta de amor é esse que insiste em ficar no mesmo canto. Custa mudar de endereço, amor? Custa?