quarta-feira, 1 de dezembro de 2010

Confissão em duas linhas

.
Ele tem todos os motivos para odia-la
mas ela jura que isso não lhe dá o direito

Um comentário:

Blog do Óbvio - Manoel disse...

Maris, adorei a aplicação da lei sem o mínimo jogo de cintura.
Direito é direito!
Beijos sem ódio.
Manoel.