quarta-feira, 13 de janeiro de 2010

amor à distancia

.
É que eu não acredito na distancia
acho que só sobrevive a distancia
o amor que é verdadeiro
insubstituível e maior que a própria vida.

Por isso a distancia acabou com o que nem
ele havia conseguido destruir.
Não, eu não esqueci tudo que ele fez/foi
é que com o tempo começa a importar menos

O que houve de bom
e o que houve de ruim
o amor e o ódio
dia após dia são substituídos pela indiferença

12 comentários:

Ju Fuzetto disse...

A distância é um escudo de proteção, quando ela se acaba.
Acontece dentro de nós uma revolução.

O coração palpita, a alma fica aflita e o amor vem de novo com toda força!!!


beijo grande

Se7e/5 disse...

Os comentários que aí embaixo, foram postados no se7emeio.blogspot.com, por um portuga vigarista e o 2º comentário pela amiga brasuca que, segundo rezam as crónicas, faz sessão de streap no msn para esse portuga. As restantes batem palmas e dão saltinhos de felicidade.

“Há uma tristeza muito grande nos corações dos lusitanos: essa fração tão insignificante e imbecil que insiste em se achar inteligente! Mas só se acha, meu povo! Ele não é! Gostaria, mas falta-lhe cacife, culhões, esperteza e humanidade! Coitado! Dá uma pena!!! Kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk”

“7 e meio!
Adoro o seu blog. Você é corajoso, inteligente, escreve bem, tem carisma. Vou te seguir e virei sempre ler as tuas postagens inteligentes e dinâmicas!
O quê? Você acreditou??? uhuauhuauhuauhuauhuauhuauhuauhuauhua Que burro! Tô te tirando pra bobo, sete quintos e não sete e meio. Faltou às aulas de matemática também, além de todas as outras. kkkkkkkrsrsrsrskkkkkrsrsrskkkkkrsrs
Fala sério!”

Assim, se chega a conclusões fodidas, sobre máscaras e capas de verniz que estalam.
Assim, se7e/5 lamenta que o exclusivo de malcriação lhe esteja sendo usurpado sem autorização prévia. Impropério, afinal não é só de exclusiva responsabilidade do se7e/5, o que muito entristece minha pessoa. Sinto muita tristeza em meu coração e estou seriamente pensando em encerrar meu blogue de referência malcriada e grosseira. Quero que saibam que prezo muito a minha humilde ignorância. Se preciso for, farei uma petição pela blogosfera, para que o http://se7emeio.blogspot.com, encerre para sempre. Os meus fodidos agradecimentos à populaça blogosférica e, muito especialmente, a esse Portuga amigo que tanto gosta de foder a luas e sóis por aí. E grato também pela contribuição de verbos, setes e outros poetas. Estou chorando de dor e meu coração está desfeito.

Ajudem este pobre se7e/5! Poderão fazê-lo enviando lencinho de papel para o seu blog.

Muito obrigada!

Sil disse...

Eu tb não acredito em amor a distancia, exceto pelo que vc falou no primeiro parágrafo.. isto sim é verdade!

Bjos

Ana disse...

acho que amor a distância é o que sofre mais provações. nunca tive que passar por isso, mas não deve ser fácil, certo?
seus textos estão muito bons, parabéns!
beijos,

Ana Cristina Quevedo disse...

Já vivi uma relação que não sobreviveu a distancia.
E hoje concluo que não era amor.

Beijo!

Bruninha disse...

Pois é, concordo com a Ana, se não sobreviveu não era amor!
E, se não era amor, é menos dificil de conquistar a indiferença.

Eu love u vc
Saudadinha ;)

Blog do Óbvio - Manoel disse...

Maris, quando é amor mesmo (como está mostrado na primeira estrofe), a distância inexiste porque um tem o outro dentro do coração. O resto pode virar tudo, mas o pior mesmo é virar indiferença. Essa dói. Adorei a postagem, Maris. Um beijo com carinho no seu coração. Manoel.

Simone P. Cardoso disse...

OLha MAris, já namorei a distância...mudei de Sampa pra o Rio...existia amor só de uma parte, a minh. Depois de 20 dias aqui ele terminou comigo...iddo foi há muito temo atrás. Aproveitei a cidade maravilhosa, encontrei uma pessoa maravilhosa e estou casada hoje ;O). Estava escrito só pode heheheh

"A distância é lugar que não existe, feche os olhos para sentir a presença da pessoa. Richard Bach"

Belo post.

Bjokas

Da Silva disse...

O amor resiste à distância. Mas será que resiste ao tempo?

bj

Maris Morgenstern disse...

Há casos e casos
amores e amores
pra mim, resiste ao tempo
mas não à distancia
pra outros resiste à distancia e
se desfaz no tempo...

Blog do Óbvio - Manoel disse...

Finalizou bem, Maris!

anakelfer disse...

Muito bom o texto Mares, se aplica em outra situacao tb né, nao necessariamente com ex-namorado...
To feliz por vc estar mudando de fase
Bjos e to com saudade