segunda-feira, 28 de junho de 2010

Confissão em duas linhas

.
Bem mais que o tempo que nós perdemos
ficou pra trás também o que nos juntou.

7 comentários:

The Blues Is Alright disse...

Cola com Superbonder. Duvido que desgrude e duvido que algo fique pra trás!

Paula disse...

O querida Morgenstern ... só posso dizer que o tempo também faz passar e parar de doer...demora, mas ele faz isso também ...
Beijo!

Francisco disse...

Na boa!
Não acredito em tempo...rs
Beijos.

Sylvio de Alencar. disse...

Vc falou com sabedoria.
O tempo na verdade não existe, não como achamos que existe.

Meio 'triste', mas verdadeiro!!!!

Abçs Maris!

Atitude: substantivo feminino. disse...

Acho mais triste deixa o que juntou para trás.

Ana Cristina Cattete Quevedo disse...

Tava tocando aqui no blog uma musica lindíssima, nem sei o nome.

Daí li, ouvi e chorei.

A palavra que me define é saudade.

EU QUERO ACREDITAR disse...

Ola, não conhecia seu Blog!!!
Achei realmente muito interessante com uma agradável leitura!, O que é difícil hoje em dia! E tenha a certeza que estarei sempre aqui!!! Também aproveito para convidar você a conhecer meu blog:
..::EU QUERO ACREDITAR::.. http://agentefoose.blogspot.com/
Lá você encontra tudo sobre cinema, dvd/blu-ray, criticas, sinopse, games, mangá, anime, humor, shows e tecnologia. Tudo isso em uma platarma moderna e descontraída!
Se puder, confira e se quiser comente, pois lá o mais importante é o seu comentário.
Um grande abraço e te encontro lá!