quarta-feira, 27 de maio de 2009

Procura-se coração

Ontem percebi que meu coração não estava no seu lugar de costume. Na verdade não achei ele em lugar algum.
Sei que sou bastante estabanada, mas não consigo acreditar que perdi meu coração.
Ah.. eu gosto tanto dele, mesmo ele me colocando em grandes furadas, mesmo me fazendo de boba, fazendo eu me sentir uma idiota apaixonada. Sinceramente, não sei viver sem ele.
Talvez alguém tenha roubado. Não! eu teria percebido, afinal, quem ia querer roubar sem que eu percebesse, não faz sentido.
Talvez ele esteja na bagunça do meu quarto, é possível. Se estiver lá vou demorar um pouco para encontrar.
Enfim, esse espaço aqui não pode ficar vazio. Enquanto não acho meu coração vou colocar esse manual de gramática no lugar. Acho que ele vai dar conta do recado, até por que eu nunca dei muito trabalho pro coração.

Se alguém encontra-lo, avise que eu estou preocupada.
Se você estiver lendo esse texto, coração, me dê pelo menos um sinal de vida.

- Texto escrito por uma mulher temporariamente sem coração.

12 comentários:

Maris Morgenstern disse...

ziaaaa
que texto mara.
A - DO - REI
sério, ai...
mto bom mesmo.
vc só me dá gosto nessa vida

vinicius disse...

Ótimo,ficou muito bom.
vc deveria escrever um livro sobre isso...daria um bela historia.

:)

RamoN Paduch disse...

Ja Procuro dibaxo da Cama?
Qdo eu naum axo alguma coisa
eu procuro por toda a Parte e naum esta em lugar nenhum
Sempre esta dibaixo da cama
onde tudo q esta em meu quarto ganha vida e se esconde Dibaixo da cama


xD


Mto bom

Anônimo disse...

"Também tive que aprender a não contar muito sobre mim, não expor meus medos e falhas ou os meus sonhos e desejos bobos."
..." Essa é só a minha forma de defesa, de não me machucar tanto quando partir."
por que seriam bobos? se sao seus?
bobo seria quem nao entendeu.
...quem sabe se voce se deixar conhecer e saber como foii bom enquanto durou ....você ache o que perdeu.

bjs bruninha

Maris Morgenstern disse...

anonimos, sempre anonimos ...

Henrique disse...

Acho q o coração funciona como o dia e a noite, mas sem tempo estabelecido para cada um. De repente bate o Sol da paixão e invariavelmente amamos, outras horas vem a noite e descansamos de todo o cansaço q amor nos traz. Vem o dia e vem a noite amamos e deixamos de amar. Sofremos e aprendemos. O q vem depois eu não sei. Se quando nos casamos é porque morremos de amor e vivemos no paraíso sem dias ou noites ou se temos q aprender a conviver com isso e crescer nos dias e noites com a pessoa amada.

Maris Morgenstern disse...

Henrique/ q Henrique? henrique q eu to pensando?
identifique-se...
se vc for o henrique que eu penso q é, entao saiba q estou com saudades

Bruninha disse...

é o henrique que tu estás pensando!

Hellen ^^ disse...

Seu texto ficou lindo... me perdoa por ter sentido inveja da sua perfeição em saber se expressar?
Bru.. Love you mais do que nega maluca com cobertura de brigadeiro...

Maris Morgenstern disse...

ela tá mentindo, pq ela mandou um recado no meu orkut dizendo q amava EU mais q nega maluca com cobertura de brigadeiro. e como ela pode amar vc agora mais q nega maluca com cobertura de brigadeiro?

Bruninha disse...

larga mão de ser invejosa Damaris

Maris Morgenstern disse...

se eu largo minha mão eu fico sem ela...