sexta-feira, 23 de abril de 2010

2010, o ano que eu só vou falar de formatura...

.
Já contei aqui dos vintemil anos que eu faço faculdade né?!
Poisé, passei naquele vestibular d eprimavera de 2002. Primeiro lugar pra orgulho da familia. Mas, entre planos e enganos desse ano não passa e eu me formo, ah, eu meu formo. Já até contei aqui que entrei pra comissão de formatura né. Poisé...
A novela Kello, Sandoval, etc fica cada dia melhor,
a pedido da Carol, vou contar como foi o tal final de semana...

Depois daquele email, a conversa mudou, Sandoval virou San, um doce, nunca conheci alguém mais bem educado. Mas também ele não ia deixar por isso mesmo, não é...
A viagem foi algo como a barca do inferno, sete horas, eu disse sete horas SE-TE-HO-RAS ouvindo sertanejo universitário. Eles não ouvem moda de viola, nem Zezédi, nem Raul, nem nada. Eles só, eu disse SÓ, só ouvem Jads e judson e Jédson, e Cleidison e Vainillio e Régis...
Parando, claro em cada boteco no caminho, com o motorista o do onibus dirigindo a sessenta por hora quando ia rápido, porque a média era 45por hora, cheguei lá pensando sériamente em como voltar...
Comecei a passar mal.
Almoçamos.
E a tarde, todo mundo foi aproveitar o hotel fazenda: tiroleza, arborismo, cavalos, cachoeiras, piscina, hidro...
e eu com 40 graus de febre no quarto.
Praga do Sandoval parece ser o concenso geral
A noite liguei pra minha mãe CHORANDO de dor.
ela me mandou tomar dipirona, como eu não tomo nada que médico não mande, fui parar no hospital. O médico me receitou dipirona
-Porra doutor, dipirona minha mãe me receitou por telefone!!!
Voltamos lá, descobri que todos, não só eu estávamos só com o almoço, e isso sim, já era dez horas da noite.
O dono/chefe/proprietário da tal empresa ainda diz que não fomos lá pra comer, fomos pra trabalhar e ficamos assistindo desfile de beca até sabe-se lá que horas.
No domingo acordei cedo pra andar de balão, afinal porque outra razão eu iria pra lá, não é mesmo... Mas eles não inflaram o balão.
Titio San, começou a via crucis pra comprar todas as comissões.
Até o meio dia todos tinham seu preço.
Iríamos sair as treze e trinta... mas só saímos as quatro da tarde, porque afinal organização é o forte da empresa.
Mais sete horas de sertanejo
Tentei suicídio prendendo a respiração umas oito ou nove vezes, mas fracassada que sou não consegui.
Cenas do próximo capítulo virão...

2 comentários:

Ana Cristina Cattete Quevedo disse...

Maris, juro, isso dá uma novela mexicana!

To adorando!

Blog do Óbvio - Manoel disse...

Maris, kkkkkkk! Adorei isso:
"Tentei suicídio prendendo a respiração umas oito ou nove vezes, mas fracassada que sou não consegui.""

Beijocas. Manoel.