sexta-feira, 23 de abril de 2010

Eu não vou falar...

.
Da sua festa, eu não vou falar que a cerveja estava quente,
nem de que acabou.
Nem que não tinha água com gás, e a normal, também terminou.
Não vou dizer por ai, daquele arranjo que parecia meio cemitério,
ou dos arranjos de mesa, feitos com bouquets de noiva que já secaram.
Não vou contar pra ninguém que a tequila era paraguaia,
nem que aquilo que bebi era pinga pura, daquelas que vem na embalagem de plástico.
Vou fechar minha boca, sobre seus funcionários estarem desmontando tudo enquanto ainda estávamos lá.
Também ficou quietinha sobre o serviço porco do rebaixamento de teto,
Juro, não vou contar pra ninguém que você prometeu um buffet e foi outro,
também fica só entre nós o embromation da banda.
Mas sério, tem uma coisinha, só uma coisinha que eu não posso deixar quieto,
eu preciso falar, eu preciso explodir
PORRA SANDOVAL, A FESTA ACABOU A UMA DA MANHÃ?!
Cacete, onde você aprendeu a organizar uma festa?
Fizesse brotar cerveja, virasse DJ, mas esticasse isso pelo menos mais algumas horas,
UMA HORA DA MANHÃ?!
Não dá,
não dá!!!

5 comentários:

Déia disse...

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Ainda bem que Sandoval é amigo kkkkkkk, se não, vc diria hum monte de coisa kkkkkk

bj

Ana Cristina Cattete Quevedo disse...

hahahahahahahaha

Bora, Sandoval, isso é festa que se preze?

Amei !

Robson Schneider disse...

hahahahahahahaha um dos melhores posts que ja li na vida!
Bjo


Orra Sandoval Uma hora da manhã? se não aguenta por que veio? hahahaha

Blog do Óbvio - Manoel disse...

Maris, com certeza você entrou numa fria!
Agora o Sandoval que vai ficar com a cabeça quente. Propaganda é a alma do negócio (É clichê, mas é verdadeiro, hehehe!).

Beijos com muitos pesares.

Manoel.

Malu Giacomelli. disse...
Este comentário foi removido pelo autor.